Qual o objetivo das brincadeiras depois da palestra da SIPAT?



O principal objetivo é promover a integração dos trabalhadores e deixar o ambiente de trabalho mais atraente.


Funcionários mais empenhados aumentam a produtividade, ficam mais satisfeitos e reduzem despesas de acidentes e doenças ocupacionais, bem como o absenteísmo e a rotatividade.


Além disso, podemos citar a melhoria na relação entre os empregadores, supervisores e demais empregados.


Brincadeiras para SIPAT


1. Jogo de Perguntas e Respostas

Ao término de cada palestra da SIPAT realizar um jogo de perguntas e respostas com os trabalhadores, referente aos temas abordados durante a palestra. O colaborador que acerta mais perguntas ganhará um prêmio surpresa. Essa dinâmica tem como objetivo incentivar a participação e prender a atenção dos colaboradores durante a palestra;


2. Ache os Erros

Consiste em demonstrar algumas fotografias em slides com erros referentes à segurança do trabalho, tendo como objetivo que os presentes trabalhadores possam identificá-los. Favorecendo assim, ao desenvolvimento crítico e observador dos colaboradores no âmbito da segurança e saúde do trabalho;


3. O Desconhecido

Consiste em equipar um determinado colaborador, preferencialmente bastante conhecido no ambiente de trabalho, com diversos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Visando no máximo dificultar o seu reconhecimento pelos os outros trabalhadores presentes, no entanto o objetivo da brincadeira e o papel dos demais trabalhadores será identificá-lo;


4. Jogo de Mímicas

Consiste em separar os trabalhadores em duas equipes, escolher 1 (um) representante de cada equipe e confeccionar uma caixa contendo inúmeros bilhetes (Em cada bilhete o nome de um determinado EPI). Posteriormente, de forma alternada cada representante de equipe terá que realizar mímicas referentes ao nome do EPI apanhado do interior da caixa. No final, ganha a equipe que acertar o maior número de EPIs através das mímicas;


5. Jogo do EPI

Consiste em separar os trabalhadores em equipes, recebendo cada equipe um boneco (manequim) e uma caixa com vários EPIs, assim como supostamente a descrição do cargo/função do boneco na empresa. Dessa forma, ganha a equipe que colocar no boneco (manequim) a maior quantidade de EPIs corretos, conforme o seu cargo/função exercido na empresa.


6. Adivinhe quem sou

Nesta brincadeira um funcionário descreve algumas características e a importância de um determinado EPI ou EPC para os outros trabalhadores, para que algum dos seus colegas de trabalho consiga adivinhar o EPI ou EPC em especifico. Nesse caso, a empresa pode organizar algum tipo de premiação para o trabalhador ou grupo que acertar mais itens.


7. O maior responsável pela segurança do trabalho

Consiste em colocar um espelho numa caixa de papelão ou madeira, escrito na tampa a seguinte frase: “Veja aqui o maior responsável pela segurança no trabalho!”. Dessa forma, quando o trabalhador abrir a tampa e colocar o rosto sobre a caixa verá o seu próprio reflexo. Essa brincadeira é uma forma de conscientizar os trabalhadores que a segurança do trabalho é de responsabilidade de todos e não somente dos integrantes do SESMT e da CIPA.


8. Preço do EPI

Esta brincadeira consiste em separar alguns EPIs novos, de preferência, que são utilizados na empresa.


Após isso, demonstrar os EPIS para os presentes e entregar uma ficha de papel a cada trabalhador, para que de acordo com o seu palpite, estipule um valor para cada EPI apresentado. Depois que todos preencherem as fichas, revele o verdadeiro valor de cada EPI e veja quem mais acertou ou ficou próximo do valor.


Independente, de quem mais acertar ou ficar próximo do valor real dos EPIs, a finalidade da brincadeira é que os trabalhadores possam refletir e valorizar mais o investimento da empresa na saúde e segurança deles, consequentemente, aumentando o comprometimento dos trabalhadores com o uso, a conservação, a higiene e a guarda dos EPIs.


Fonte: Blog Segurança do Trabalho - https://www.blogsegurancadotrabalho.com.br/brincadeiras-sipat/